quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Fórum sobre a palestra "Educação no Trânsito"

A busca por um trânsito seguro é um desafio para todos. Deixando as questões que envolvem o poder público e concentrando apenas na parte que toca ao cidadão, o que podemos fazer para melhorar os horríveis números que temos acerca de acidentes com vítimas em nosso país?

O texto deve ter, no mínimo 100 palavras. Não será tolerado plágio. Data final do fórum: 26/09 às 23:59 hs ... impreterivelmente ...

42 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Cada um deve fazer a sua parte. Respeitar a si mesmo e ao próximo, obedecendo as regras de trânsito. Se o governo já não ajuda muito com educação, leis mais rigorosas e tratamento adequado das estradas, fazer a sua parte no trânsito é essencial. Devemos pegar o máximo de coisas que aprendemos e realmente colocar em prática. Não dirigir em alta velocidade, usar o cinto de segurança, não ultrapassar sem ter certeza de que é seguro, prestar atenção no semáforo e nas placas, evitaria as várias mortes que ocorrem a todo instante no trânsito. Afinal de contas, a maior parte de acidentes são causados por irresponsabilidade do motorista e do pedestre.
    Breno Silveira 2ºA

    ResponderExcluir
  3. O transito virou um problema global no século 21 e a tendência é piorar com o passar dos anos e a evolução das tecnologias .Para que possamos amenizar a situação deve-se conscientizar os motoristas de que a presa é inimiga da perfeição e que se cada um fizer a sua parte todos nós teremos um transito mais tranqüilo e sossegado.A criação da lei seca foi a primeira medida de correção aos motoristas criada pelo governo que tem como objetivo punir os motoristas que dirigem embriagados ,mas isso não basta .E é preciso que o governo crie projetos de conscientização da população para que esse problema não se agrave ainda mais no futuro.
    Felipe Gomes 2ºB

    ResponderExcluir
  4. O transito está cada vez mais perigoso e violento.
    As pessoas não estão tendo o habito de praticar as regras de transito, assim elas não as obedecem com o tempo.
    Não dar seta, não parar na faixa e correr demais são exemplos de infrações simples mas que podem matar pessoas mais que em uma guerra.
    A sociedade é, além de outras coisas, imprudente e irresponsável.
    Os acidentes de transito podem ser controlados com conscientizações, aulas melhores de transito, uma educação melhor e leis mais rígidas.
    Acabou de ser lançada uma lei de ter que parar na faixa para os pedestres poderem passar e se houver um atropelamento é pago 50 reais de multa.
    Agora imagine, uma vida é perdida ou acaba causando varias despesas para família e o imprudente só paga 50 reais!
    Pense nisso.

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente penso que os acidentes de trânsito são caudados principalmente pelas imprudências. Não adiantam ter regras, leis, placas se a conscientização e caráter não forem primordiais. Vimos diariamente inúmeras reportagens sobre acidentes em rodovias, estradas ou até mesmo na rua de nossas casas. Isso vem da educação de cada motorista. O respeito em si está muito abalado. Um pedestre ao atravessar a rua ou tem de ficar esperando durante dez minutos os carros ou ele tenta atravessar e morre! A situação se agrava cada vez mais e nenhuma autoridade conseguirá mudar isso, pois vale da cabeça de cada um. Sei que uma das coisas mais detestáveis do ser humano é aturar as regras, mas chegamos a conclusão que sem elas seria um caos! Para mudar o mundo, para mudar esse trágico destino de acidentes é preciso repensar nos próprios atos, assim conseguiremos revirar essa estatística.

    Beatriz Lemos Piantino - 2ºB

    ResponderExcluir
  6. Para melhorar a terrível situação do trânsito o país deve investir em educação nessa área, implantando aulas regulares a respeito disso nas escolas e incentivando a direção com segurança. Isso reduziria o número de motoristas inconsequentes, e assim, seria reduzido também o número de acidentes causados por embriaguez, alta velocidade, ultrapassagens proibidas, e tantos outros motivos. E além disso, deveriam ser feitas mudanças nas estradas, como o aumento de número de pistas e melhoria na condição do asfalto, viabilizando uma direção mais segura para os usuários das estradas. Mas essas mudanças levam um certo tempo para apresentar bons resultados, então é bom que sejam implantadas o quanto antes.

    Inaê de Lucena Pereira Teodoro. nº 14
    2º A

    ResponderExcluir
  7. A situação em que vivemos hoje em nosso país em relação ao número de acidentes ocorridos por conta de automóveis, não é das melhores. Muitas pessoas são vítimas de acidentes de carros, motos, caminhões, e muitas vezes elas não são os culpados. Para melhorar esse número de mortes, nós cidadãos devemos nos conscientizar que poderemos prejudicar a nós mesmos ou até outras pessoas. Também temos que parar com uma coisa: dirigir alcoolizado. Isso é uma das maiores causas de acidentes. Outra coisa que podemos fazer, é conferir se o automóvel está em condições de uso, respeitar as sinalizações, etc. Se fizermos isso, ajudaríamos a fazer com que muitas vidas sejam salvas.

    Leonardo de Pádua Rodrigues
    2ºA

    ResponderExcluir
  8. Para um trânsito mais seguro é necessário tomar medidas de precaução e ter a máxima atenção possível. Devemos levar em conta que uma vez que você é um motorista, não é somente sua vida que se encontra em risco quando se é imprudente. Os motoristas devem ter a consciência de que de qualquer maneira eles também são pedestres, portanto, é preciso que haja uma compreensão e um respeito mútuo a fim de evitarem-se tais transtornos.
    Medidas como: revisar as condições do automóvel, garantir que possui uma visão que permita dirigir em segurança e não dirigir se estiver sobre efeito de drogas, bebidas alcoólicas ou medicamentos que prejudiquem seu controle pessoal são indispensáveis para a segurança no trânsito. O excesso de velocidade é um dos maiores causadores de acidentes automobilísticos, o problema é que, por mais que sejam evidentes os riscos que corremos pela nossa imprudência, nunca imaginamos que "isso" pudesse ocorrer conosco, e é aí, nesses momentos mais distraídos e confiantes do nosso ser é que ocorrem as irreversíveis tragédias em nossas vidas!

    ResponderExcluir
  9. A atual situação do transito brasileira preocupa a todos, pois estamos envolvidos direta ou indiretamente no assunto. Existem leis suficientes, no entanto não há efetivo monitoramento pelas autoridades competentes. Um exemplo disso foi a Lei Seca que teve um inicio forte, mas que hoje não tem o vigor necessário, as policias não fazem mais operações rotineiras de blitz. O que vemos é medidas sócio-educativas sendo tomadas, mas o que motorista irresponsável teme é multa e apreensão. Tem que haver maior fiscalização, principalmente nos finais de semana e feriados, mas não somente nessas ocasiões.

    Ludmilla dos Anjos Vieira 2º A

    ResponderExcluir
  10. O Único problema de transito do Brasil e do mundo que impede que não haja acidentes é que não ha, policiais o suficiente, leis de transito o bastante, se tivesse isso, não ia ter esses problemas, ia ser um lugar melhor para se viver como na hora que for atravessar a rua, o carro parasse invés de o motorista tentar provar que ninguém é melhor do que ele no volante, ou não liberar que a motorista saia tonta, ou drogado, outro jeito de evitar isso também seria colocar mais sinais de pedestres, mais semáforos para carros, mais policiais com identificador de velocidade, que ai possa ser q o mundo comece a andar do jeito que se devia andar!

    Andrey Climaco 2º A

    ResponderExcluir
  11. O trânsito é um assunto muito complicado atualmente . São várias as mortes causadas por imprudências . Cada pessoa tem que fazer sua parte . Respeitar as sinalizações , dirigir em uma velocidade não muito ultrapassada , usar sempre o cinto de segurança , nunca dirigir embriagado , ultrapassagens em locais perigosos, entre vários outros fatores . Mais principalmente , as pessoas que não estão dentro do carro , merecem a atenção dobrada. Em cidades grandes , pessoas morrem apenas por não olharem para o lado ao atravessarem a rua . Ou em pequenas que sejam , precisam de uma atenção grande . Porque uma pessoa imprudente , nunca irá parar um carro em alta velocidade para você atravessar a rua . É simples , as pessoas precisam mesmo é respeitar as sinalizações de trânsito . Coisa que para uns , não são tão simples assim . A marginalidade é muito maior do que a sua própria vida ou do próximo.

    Rafael Oliveira 2ºA

    ResponderExcluir
  12. O trânsito só não é tão seguro pois não tem uma relação ampla entre os motoristas, muitos deles só pensam em sua viagem, no seu trajeto. O motorista sempre deve olhar seu lado e o lado dos outros, respeitando os limites do outro, assim não existiriam tantas ultrapassagens seguidas de colisões. Todo motorista tem limite, e todos devem respeitar uns aos outros para um melhor trânsito, motoristas se respeitando, dirigem melhor, além de dar mais segurança aos pedestres. O Álcool, para um motorista, é uma falta de caráter enorme, tantos motoristas dirigindo seguramente, e um alcoolizado acaba com a vida deles, isso é de tamanha falta de respeito com todo o transito, alem de ser uma falta consigo mesmo, com humanos conscientes do bem estar próprio dos outros e dele mesmo no transito, fico certo de que seria muito mais seguro e harmonioso. Tudo uma questão de respeito e colaboração.

    Renato Rodrigues Mariano 2ºA

    ResponderExcluir
  13. O trânsito está cada vez pior e caótico.Há muitas regras a serem seguidas,o problema é que têm alguns motoristas (a maior parte deles) que não seguem essas regras,gerando assim vários problemas,acidentes,confusões no trânsito.O governo devia investir mais nessa área,e conscientizar a população sobre os perigos no trânsito,e deviam ser mais rigorosos também em questão a multas,etc.Além do governo, os motoristas também tem que ter a consciência que no trânsito tem regras a serem seguidas,se todos eles as seguissem não estaríamos nessa situação.A melhora disso tudo só depende de cada um de nós,se cada um fazer a sua parte,seguindo as regras,respeitando os outros motoristas,teremos um trânsito com certeza melhor.

    Joyce Martins - 2°A

    ResponderExcluir
  14. Um bom tema para discussão é a “Educação no trânsito”, onde hoje milhares de pessoas morrem por atropelamentos ou por descuidos próprios no volante. A questão central está no fato de nós mesmos tomarmos uma atitude concreta, nos conscientizarmos e conscientizar o próximo. Podemos nos tornar mais cidadãos respeitando a sinalização, a velocidade permitida, locais de estacionamento, não falar ao celular, NÃO BEBER QUANDO DIRIGIR e estiver atento para não dormir ao volante. Atos como esses trarão para todos mais segurança e menos mortes, pois crianças, jovens, adolescentes e idosos são mortas sem culpa alguma. Ter educação ao dirigir é uma responsabilidade, pois além de poupar a sua vida você poupa a de milhares outras.

    Ana Cláudia Vasconcelos da Costa 2°B

    ResponderExcluir
  15. O trânsito está cada vez pior no Brasil, estamos vendo um aumento progressivo no números de carros pelo fato de estar mais barato e fácil de adquiri-lo e um piora cada vez mais significativa nas vias. O governo deve investir mais no trânsito como : melhorar e aumentar o número de vias e a principal conscientizar as pessoas sobre o assunto através de palestras e panfletos. As pessoas também tem que ter consciência das regras de trânsito e respeitá-las pois se isso não ocorrer virara um caos as ruas. A educação sobre o trânsito deve ser feita desde as crianças até os idosos o grande problema do Brasil é q isso não ocorre.

    Guilherme Machado 2 A

    ResponderExcluir
  16. Para que ocorra qualquer mudança, é necessário que cada um faça sua parte, nesse caso , estamos fazendo nossa parte, colocando o cinto de segurança, que como o nome diz é uma segurança para a pessoa caso ocorra uma batida, devemos fazer sempre revisão no nosso carro, porque defeitos no carro também e responsável por acidentes, devemos ter a consciência de alguns motivos que causam acidentes, e que podemos evitar como por exemplo a bebida, ultrapassagens erradas e fora de hora, dirigir enquanto fala ao celular, dirigir após ter tomado algum medicamento forte, ou seja, podemos evitar vários motivos de acidentes desde que conhecemos esses risco, para a população se conscientizar disso, o governo deve dar palestras e fazer com que as pessoas aprendam e respeitem as leis de transito, pois como há muitos carros ágoras, a tendência e piorar.

    Izabella A. dos Reis – 2 ano A

    ResponderExcluir
  17. Os acidentes de trânsito vêm matando muita gente no Brasil, o número de vítimas chega a ser maior que as vítimas de guerras. O Brasil chega a ultrapassar a marca de 35 mil mortos no trânsito por ano. Isso tem que parar. A consciência do ser humano tem que falar mais alto, as pessoas dirigem sem responsabilidade, muitas vezes embriagadas. A maioria dos acidentes acontece por imprudência do motorista. A vida não é uma brincadeira, não dá pra voltar atrás, não podemos matar pessoas inocentes por falta de responsabilidade de nossa parte. A única solução é conscientizar as pessoas, o cidadão tem que sabe o que faz. Se não respeita a si mesmo, tem que no mínimo respeitar a vida do próximo.

    Beatriz Garcia.
    2° B

    ResponderExcluir
  18. Para diminuir o número de acidentes o cidadão deve agir correto tanto como motorista quanto como pedestre.
    Aquele que dirige, primeiramente deve por a mão na consciência e ver se realmente está em condições, porque não é só a vida dele que está em jogo, muitas pessoas que sempre foram corretas já foram vítimas de acidentes no trânsito.
    O motorista não deve se precipitar, tem que ter uma direção defensiva. E sempre, qualquer um que entrar em um carro, deve por o cinto de segurança.
    Nós como pedestres também devemos agir corretamente, não ficar andando no meio da rua e assim como o motorista, não precipitar ao atravessar a rua.
    Enfim, os meios de locomoção foram criados para nos ajudarem e não para nos matarem!

    Tayla Nogueira 2º B

    ResponderExcluir
  19. O trânsito atualmente está muito violento e muitas pessoas cometem e continuam cometendo infrações de trânsito pela cidade.O mesmo condutor que reclama da imprudência dos pedestres também é imprudente enquanto motorista e vice-versa. Agora, não são apenas campanhas de conscientização que vão diminuir as mortes no trânsito. Todos sabem, todos são conscientes.Só vão ocorrer menos mortes no trânsito quando executarmos ações que terão resultados futuros .E isso requer fortes investimentos em educação para o trânsito.Todos são informados do que é certo e do que é errado. O ideal é que a educação para o trânsito tenha como o objetivo a formação integral do educando, que contribua para a formação de bons cidadãos, conscientes de seus direitos e de seus deveres. Para isso as aulas de educação para o trânsito devem promover a construção de conhecimentos,de atitudes, e de valores necessários para formar bons cidadãos que conseqüentemente serão bons motoristas e bons pedestres.

    Letícia Sousa-2ºB

    ResponderExcluir
  20. Os acidentes de trânsito são causados na maioria das vezes por imprudência.O número de acidentes por imprudência é o equivalente a 90% de todos os acidentes que acontecem, os motivos são: Velocidade excessiva,dirigir sob efeito de álcool,distancia insuficiente em relação ao veiculo dianteiro, desrespeito à sinalização e dirigir sob efeito de drogas.O governo devia investir mais em fiscalização para ver se amenizava os acidentes que ocorrem por falta de irresponsabilidade ao volante, e também devia aumentar a fiscalização nas auto escola, pois pessoas que ainda não tem capacidade nenhuma de tirar carta estão andando ai pelas ruas trazendo risco aos pedestres.As vezes com essas atitude teremos algum resultado.
    Caio Silveira 2°B

    ResponderExcluir
  21. Deveríamos nos conscientizar do alto índice de morte causado por veículos.As pessoas precisam ter mais cuidado ao dirigir,porque um vacilo pode ser fatal na vida de alguém.As leis do nosso país deveriam ser mais rigorosas,fez algo,tem que pagar pro isso,não sair ileso,como na maioria das vezes.Devemos ter um pouco mais de consciência,porque falar no celular enquanto dirige? Não dá.Fazer usos de bebida alcoólica ou de drogas? Não dá.Não usar cinto de segurança? Não dá.Tem pessoas que morrem,por nada,por um erro de uma pessoa,que não teve consciência,que pensou que dirigir é brincadeira,é morrer em vão é brincadeira também?Então Brasil,vamos ter um pulso mais forte,e pensar nas vidas dos próximos,e na sua também,porque o perigo mora ao lado.

    Helena Rattis
    2Bº

    ResponderExcluir
  22. Não é de agora que o trânsito no Brasil é violento. Não é necessário andar muito pela cidade para que em questão de minutos flagrarmos inúmeras infrações no trânsito.As ações para melhoria do trânsito devem ser desenvolvidas através da fiscalização,engenharia de tráfego e educação. Devem existir além da fiscalização, pesados investimentos em engenharia de tráfego, mas as pessoas também devem fazer a parte delas,como motorista e como pedestres.Apenas a repressão não garante um trânsito seguro.Só vão ocorrer menos mortes no trânsito quando executarmos ações que terão resultados futuros.E isso requer fortes investimentos em educação para o trânsito.E isso vai da consciência das pessoas,porque todos nós sabemos o que é certo e o que é errado,sabemos muito bem quando estamos respeitando as leis de trânsito,e quando não estamos.

    ResponderExcluir
  23. O número de acidentes e de mortes no transito é muito alto e as pessoas não estão contribuindo pra mudar essa realidade. Os motoristas precisam ser mais prudentes, respeitar as sinalizações semáforos e pedestres, não fazer uso de bebidas alcoólicas quando for dirigir, não andar em alta velocidade (principalmente junto de escolas, creches, hospitais e estabelecimentos similares), o uso do cinto de segurança também é fundamental, além de precauções com o veículo é preciso também mais atenção no transito, não falar no celular enquanto dirige. Os motoristas devem repensar os próprios atos e levar em consideração que no transito nao é só a sua vida que esta em jogo, envolve outras pessoas que muitas vezes pagam por um erro que não é delas.
    Fernanda Godoy 2ºB

    ResponderExcluir
  24. Os acidentes de transito são atualmente umas das principais causas de morte no Brasil. Um dos principais motivos para isso é a imprudência que os motoristas tem em relação a outros motoristas, e também em relação aos pedestres. Muitos motoristas saem e consomem um grande numero de bebidas alcoólicas e acabam provocando acidentes que em muitas das vezes acabam em morte, ou só por “diversão” avançam o limite de velocidade que também acaba provocando acidentes graves. O pior de tudo é que em alguns casos o motorista responsável por um acidente é apenas um jovem que terá de arcar com as conseqüências da imprudência que ele cometeu em pleno começo de vida.

    Larissa Basílio Vasconcelos. 2A

    ResponderExcluir
  25. Todos sabem que a imprudência no transito causa muitos acidentes e mortes. Para que ocorra uma melhoria não basta apenas a criação de leis. Já que existem varias delas como, por exemplo, a: Lei seca. No entanto mesmo estando cientes desta lei muitos a ignoram. Achando que não pode acontecer nada demais e no fim acabam se metendo e graves acidentes, perdendo a própria vida ou ainda tirando de alguém inocente.
    Cada um deve fazer a sua parte desde as leis mais rigorosas as mais simples, pois um pequeno descuido pode ser fatal. E ninguém esta protegido desse tipo de acidente. É claro que a culpa nem sempre e do motorista, pois também a muitos pedestres imprudentes que arriscam suas vidas a troco de nada.
    Deve haver mais conscientização e respeito por parte de todos.

    Evelyn Alves Dias 2ºA

    ResponderExcluir
  26. A imprudência no trânsito é a maior causa de acidentes. Dentre elas temos: dirigir bêbado, drogado, sem permissão, em alta velocidade e até mesmo algumas precauções como revisar o estado do automóvel regularmente, usar sempre o cinto de segurança (mesmo que seja para se deslocar em pequenas distâncias, até porque são nestes instantes que ocorrem as tragédias) são necessárias para a segurança de todos.
    Entretanto, infelizmente, os motoristas não pensam que para sofrer um acidente no trânsito, basta estarmos transitando por aí, e só "caem a ficha" quando algo do tipo ocorre com eles.
    Todos nós (órgãos governamentais, motoristas e pedestres) devemos fazer cada um a sua parte, visando a precaução para que não haja a necessidade de remediar. "É melhor prevenir do que remediar"!

    Caíque - 2º ano B

    ResponderExcluir
  27. O que podemos fazer para melhorar os horríveis números de acidentes em nosso pais é primeiramente cada um ter na sua cabeça que as imprudências no transito são irresponsáveis e que não levam ninguém a nada e que sem a educação não podemos chegar em lugar algum porque do que adianta fazer campanhas se os motorista não são educados . Para melhorar temos que fazer uma conscientização da população com campanhas, palestras ,folhetos entregues em casa e um ótimo policiamento na cidade ajudando os cidadãos e lembrando-os de seus direitos e deveres, e depois disso vale apenas a pessoa que comece a por em pratica pois isso é um dever dela e que deve ser feito com responsabilidade e perseverança porque se cada um faz sua parte acaba que tudo no final de certo ,correto?
    Beijos Junao
    Fernanda Freitas 2°B

    ResponderExcluir
  28. Tipo, o transito de hoje ta num estado muito critico parece que ate anda na calçada não ta mais seguro. Existem aqueles que correm só para fazer graça para mostrar que tem, e acabam em um trágico acidente. O povo de hoje deve ter mais JUIZO e respeitar os outros. Existem varias leis tipo uma que é para na faixa de pedestre e deixa a pessoa passar mais de 100% dos motoristas 65% parram o resto passam sem para quase mata as pessoas. Se cada um respeita as leis de transito iria baixar o numero de acidente no Brasil, temos como prova São Paulo que acontece um acidente um atras do outro que da maioria das vezes tem vitimas graves. Então para um Futuro um pouco melhor cada um deve fazer tua parte.
    Bjos Junão
    Bárbara B. 2ºB

    ResponderExcluir
  29. Como podemos ver o número de acidentes no trânsito aumenta a cada dia , aumentando também o número de vítimas fatais. As regras de trânsito existem, mas muitas vezes não são respeitadas. Um desses desrespeitos, é o fato de muitas pessoas dirigirem sem carteira de habilitação. Elas pensam que nenhum mal pode ocorrer, que o fato de saber tirar o carro do lugar significa que já podem dirigir. O desrespeito às leis do trânsito deixa a pessoa inconsciente de que ele não é formado apenas de veículos, o que coloca em risco a vida dos pedestres. As pessoas devem se conscientizar de que as leis não existem para ficar apenas na teoria e sim para ser seguidas .
    Para resolver esse problema , a administração no trânsito deve ser mais rígida , e as campanhas devem surgir com mais frequência, pois só quando isso acontecer essa trágica situação irá melhorar.

    ResponderExcluir
  30. O trânsito está cada vez pior, não só no Brasil, a todo tempo vemos na televisão notícias de acidentes e mortes no trânsito. Mais por incrível que pareça mesmo sabendo e vendo parece que as pessoas não se importam tanto e continuam a cometer imprudências no trânsito. Parece que mesmo às pessoas tendo consciência disso elas insistem em achar que aquilo nunca acontecerá com elas, que elas nunca vão cometer esse deslize, não sabem dizer: Eu não estou bem para dirigir, eu bebi demais para poder dirigir, eu não estou em condições de dirigir. Na maioria das vezes e por esse motivo que acaba ocorrendo uma tragédia, pelo motorista achar que consegue fazer tudo, achar que consegue dirigir mesmo sabendo que não está na condição de conduzir um veículo. ALTA VELOCIDADE, DIRIGIR SOBRE EFEITO DO ÁLCOOL, ULTRAPASSAGEM PROIBIDA e outras imprudências são as principais causas dos acidentes. Acho que para mudar essa horrível situação cada um deve fazer a sua parte: respeitando as regras de trânsito, porque por mesmo que você seja motorista você também deve se lembrar que é um pedestre a partir do momento que você sai do seu veículo.
    “NÃO BEBA, NÃO CORRA, NÃO MATE, NÃO MORRA”.

    Daniel 2º A

    ResponderExcluir
  31. O trânsito no Brasil está cada vez pior, pois as pessoas não possuem a noção de que também existem os direitos dos pedestres e as leis que mostram que existem os deveres dos motoristas. O índice de acidente no trânsito tem aumentado pela falta de consciência das pessoas, de por exemplo, que não pode beber enquanto dirigem. Isso é uma falta de respeito com você mesmo, e muita das vezes com a sua vida. Claro que a principal culpa, na maioria das vezes, é do motorista, mas também ocorre a falta de informação, de boas vias para a condução do veículos, muitos fatores influenciam. Mas no contexto, é preciso de conscientização das pessoas, que dirigir é coisa séria, e não se pode brincar com isso e nem com a sua vida.

    Débora Castro, 2º ano A

    ResponderExcluir
  32. Devemos fazer nossa parte para tentar melhorar o transito e seus acidentes como por exemplo obdecer as regras de transito, não dirigir em alta velocidade, usar o cinto de segurança, não ultrapassar sem ter certeza de que é seguro, prestar atenção no semáforo e nas placas..e sempre se lembrar de que conceitos basicos como não dar seta, não parar na faixa e correr demais podem matar pessoas mais que em uma guerra. Como todos sabemos o transito é um dos maiores problemas atuais e se cada um fizer um pouquinho poderiamos mudar isso e ajudar a salvar muitas vidas que são perdidas no transito
    Marina Silveira, 2 Azul

    ResponderExcluir
  33. Brasil é quinto país do mundo em mortes por acidentes de transito e quase metade das vitimas de acidentes de transito não estão utilizando um veiculo. Obedecer ou não obedecer as leis de transito é também uma questão de ética, que pode ser corrigida ou pelo menos melhorada, por meio de conscientizações, melhor educação da população e também leis mais rígidas e exigentes. Por exemplo, dirigir alcoolizado é sempre uma das principais causas de acidentes, em pensar que isso poderia ser melhorado com maior fiscalização policial para multarem essas pessoas, isso poderia ser um grande avanço e diminuir uma quantidade significativa de acidentes no transito.

    Bruce Dickson Arruk Almeida 2°

    ResponderExcluir
  34. Os problemas de trânsito ultimamente se tornaram grandes causas dos números de óbitos e de pacientes em hospitais. Grande parte de suas causas é devido à falta de educação das pessoas que serão os futuros motoristas, digo, educação completa, a essencial, junto com ética e moral, fazendo com que a pessoa se torne capaz de saber as consequências de seus atos e ter caráter o suficiente para não infligir a lei, também o governo deve agir na melhor estruturalização das calçadas, ruas, rodovias, melhorar a sinalização, colocar fiscais de trânsito e aumentar a pena para aqueles que não cumprirem a lei, somente assim se resolverá grande parte desse terrível problema, que muitas das vezes afeta pessoas que são inocentes na mira de um irresponsável...

    Thiago Chagas Santos. - 2° Ano A

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. O trânsito tem se tornado cada vez mais inseguro. As pessoas já não respeitam mais as outras, fazem atos sem pensar, por coisas tão pequenas se tornam coisas grandes. Devemos fazer nossa parte, respeitar, reeducarmos..
    Deve ser feito melhoras nos comportamentos, atitudes, através de conscientizações, mudança de ética, educação e igualdade.
    Penso que para poder resolver esse comportamento
    é preciso querer e ter recursos que possam dar nos a confiança de que pode ser melhorado.
    Não podemos mudar o passado, mas podemos fazer algo de construtivo para ser aproveitado no presente e no futuro.

    Karoline dos Santos Silva 2°B

    ResponderExcluir
  37. A imprudência tem tomado cada vez mas conta das pessoas quando o assunto é o transito, a cada feriado os dados de morte aumentam, o que as pessoas nos transpassam é que elas não temem pela própria vida já que os números de jovens mortos tende apenas a aumentar, desde quando eles vão tratar a própria vida como um lixo? Bom isso já passou da hora de acabar pois se você quer se matar que se mate só não acabe com o feriado de uma família que estava curtindo a vida normalmente, não acaba com a alegria de crianças ao verem que perderam os pais ou ate mesmo os pais que perderam seus filhos, esta na hora de colocarem um basta nisto tudo, chega de pessoas bebendo e saindo para dirigir,vamos nos conscientizar que pra curtimos não precisamos sair por ai bêbados nem matando meio mundo,pense se coloquei no lugar das famílias que perderam seus familiares em acidentes, poderia ser da sua família!O que devemos fazer não sei definir ao certo, mas se mudamos os pensamentos seria tudo mas fácil!

    Isadora Dias -2ºB

    ResponderExcluir
  38. A questão é exatamente esta: todos querem transferir a responsabilidade para alguém,porém ninguém assume a sua.O que seria um grande passo para que esse número alarmante de acidentes diminuísse seria a TOLERÂNCIA no trânsito, as pessoas perderam a capacidade de conversar e de resolver as coisas através de um consenso. Outro avanço importante seria a responsabilidade em obedecer regras básicas que salvariam milhares de vidas:dirigir habilitado, usar cinto de segurança,não beber quando for dirigir,respeitar os limites de velocidade, obedecer as regras do trânsito. Coisas simples como estas acima citadas, não dependem do poder público para funcionar e sim de cada motorista consciente que presa a sua vida a do seu semelhante.
    LUIZ CARLOS MARTINS JÚNIOR - 2ºC A.

    ResponderExcluir
  39. Na realidade, o maior causador de acidentes no trânsito é a individualidade, tanto do motorista como do pedestre. Ter pressa, e esquecer das coisas que dizem ser simples, como dar seta, cinto de segurança, entre outros. Também o pedestre, que na pressa atravessa a rua fora das faixas, sem olhar para os dois lados, ou correndo para que haja tempo de chegar na outra calçada.
    Se cada um não pensasse apenas em si, o trânsito seria mais seguro, e um lugar com muito mais harmonia. O trânsito pode sim ser um lugar mais tranqüilo. Depende de cada um pensar no próximo.

    Jessica Abreu
    2ºA.

    ResponderExcluir
  40. Para melhorar a educação no trânsito temos que fazer uma conscientização da população com campanhas, palestras ,folhetos e um ótimo policiamento na cidade ajudando os cidadãos, as regras de trânsito existem, mas muitas vezes não são respeitadas pelas pessoas,algumas andam em alta velocidade,dirigem bebados,atravessam sinais vermelhos, e com isso muitas pessoas morrem todo dia,pessoas humildes,trabalhadores que não infringem a lei e mesmo assim são alvo de pessoas descontraladas que não respeitam a sinalização.Vamos resolver esse problema para que diminua as mortes no trânsito,deve haver mais conscientização da população e cada um fazer a sua parte bem feita, e juntos acabaremos com esse problema tão falado nos dias atuais.

    Cassio Rezende 2°B


    A “Educação no Transito” hoje em dia é um dos assuntos mais abordados, por causa do grande número de acidentes. Para que esse número diminua, os poucos que se importam, estão fazendo campanhas para conscientização e tentando mostrar a realidade. A maioria dos acidentes hoje é causado por irresponsabilidades, como dirigir alcoolizado, não respeitar as leis de transito, entre vários outros fatores. Nesse mês em nossa cidade mesmo começou uma campanha “Pedestre pé na faixa, motorista pé no frei”, essa campanha foi criada com a intenção de conscientizar motoristas e pedestres a respeitar a faixa. Se cada um fizesse sua parte, os números não seriam tão grandes. Mas para uma pergunta não sabemos a resposta: até quando campanhas de conscientização serão ignoradas?

    Letícia Martins - 2°B

    ResponderExcluir
  41. ENCERRADO OS COMENTÁRIOS ...
    VALEU MENINOS ... É NÍTIDO O CRESCIMENTO DE TODOS ... ESTAMOS EVOLUINDO ... ABÇ. JUNÃO

    ResponderExcluir